Delírios de Ophélia

Timor

Depois da longa viagem.

Ao conhecer o desconhecido.

Coloquei em prática meus planos.

Olhei dentro de seus olhos

Fuzilando-os.

Estavas magistral,

Olhou-me sugestivamente com

Um ar de professora.

Tornei-me sua amante insaciada.

Tomei-a em meus braços,

Joguei-a na mesa da cozinha.

Rolávamos na nossa cama,

Vivendo a alegria do encontro,

Da realização, da liberdade

E a embriaguez dos corpos.

Possui-a com orgulho e gozo,

O sexo latejando pela alegria de

Vivermos juntas.

 

Anúncios

2 comentários em “Timor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s