Delírios de Ophélia

Recompor 

Doroteia despertou

Ainda tonta do que houvera

Não sabia exatamente o que se passava

Era sonho

Pesadelo 

Ou prisão

Tentava se recompor

Buscava o chão com os pés 

Tentava recolher os fragmentos

Daquele amor despedaçado

Juntava os cacos do coração

Sentia com razão 

E tentava convencer a si mesma

Que a partir daquele momento

Seu coração seria intocável

Intransponível

Alcançou, finalmente, o chão 

Ergueu-se

Juntou os pedaços que lhe restara

Guardou-os numa caixa de vidro 

Jogou a chave fora!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s