Delírios de Ophélia

Dez minutos

Eu te observava sem que você percebesse

Um olhar vago, distante

Em quem será que está pensando?

Quem será que está tirando você daqui de perto de mim?

Para quem sorri quando teu olhar vaga?

Isso me mata aos poucos

A cada dia é mais difícil suportar o teu descaso

A sua ausência

Sigo no meu exercício diário

De arrancar você de dentro de mim

Em vão

Porque dez minutos ao seu lado

Já faz valer pena ter amanhecido

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s