Delírios de Ophélia

Tempo

O tempo é nada, que é tudo!

O tempo, Senhor da razão e das soluções.

O tempo que já não tenho

O tempo que ainda me falta

Será que ainda tenho tempo?

Demos tempo ao tempo!

Mas se o tempo do tempo for tempo demais?

O tempo cura, não importa o tempo que demore.

O tempo passa veloz

Mas quando precisamos de que o tempo seja ligeiro

O tempo passa va-ga-ro-sa-men-te.

Dê um tempo!

Dê-se um tempo!

Tempo para sua cabeça

Tempo para o seu coração

Antes que não dê mais tempo

Tempo…tempo…tempo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s