Delírios de Ophélia

Você nunca será passado

Você nunca será passado

Por mais que seja

Por mais que eu queira

Por mais que você mude

Por mais que você se iluda

 

Posso me afastar

Posso te matar

Posso ter outra para amar

Mas você nunca será passado

 

Você será sempre a primavera

A mais linda aquarela

Uma tarde quente de verão

Um açaí derretido

 

A brisa do meu outono

O vento que acaricia meu rosto

O frio que rasga a minha pele

O gelo que fere a minha existência

 

Você nunca será passado

Lembrará sempre um girassol desbotado

Um sorriso amarelado

As fotos numa caixa de guardados

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s