Delírios de Ophélia

Quarta-feira de cinzas

As cinzas são

Somente a lembrança

De um amor tão bonito

Que brotou em mim

E não fora vivido

Ficou reprimido

E por ela fora repelido

 

As cinzas são

Um choro contido

Uma dor

Um gemido

A ausência de amor

 

As cinza são

A lembrança do pouco vivido

E que podia ter renascido

Das cinzas do chão

 

As cinzas são

O fim da alegria

A tarde sombria

O silêncio

O escuro

E a solidão!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s