Delírios de Ophélia

Quando me apaixonei por você

As definições do dicionário dizem que que PAIXÃO é um  sentimento tão forte quanto o amor, mas efêmero, provocador, impulsivo, desesperado, inquieto. Movimento impetuoso da alma para o bem ou para o mal. Gosto muito vivo, acentuada predileção por alguma coisa. É loucura. Paixão tem origem do latim passion que quer dizer sacrifício.

 Se apaixonar-se é enlouquecer, enlouqueci.

Não há racionalidade na paixão, como não há razão na loucura. Ceguei-me, aqueles defeitos que outrora me incomodavam, agora são imperceptíveis aos meus olhos, ou – quem sabe – deixaram de existir. Sim, acho que é isso. Não existem defeitos em você, eles nunca existiram… andei vendo coisas, mas agora recuperei meu juízo. Desculpe-me por te apontado tantos defeitos, eu estava fugindo de você e de mim mesma, você é a personificação do perfeito.

Apaixonei-me, emoções explícitas, latentes, tão evidentes que me declarar era desnecessário, estava na cara, todo mundo sabia, que de minha boca só saia seu nome, dos meus pensamentos a sua existência tão sublime. Foi quando me apaixonei que te encontrei de fato, na mesma proporção em que me perdi.

E no afã da loucura entreguei-me em demasia, sentia com o peito, com a respiração, com a pele, com os poros, cada pedaço do que eu sou exalava essa paixão exageradamente. Como são e devem ser as paixões, intensas, exageradas, roteiro para um bom dramalhão mexicano.

E cada vez que me olhava, que sorria para mim, que me tocava, me abraçava, me beijava… meu corpo inteiro se arrepiava e eu precisava buscar forças para me conter e não ser acusada por meus excessos.

Apaixonar-se é arrumar desculpas para vê-la, é mudar os planos para passar, quem sabe, 5 minutos ao seu lado. É fazer de tudo para demonstrar ao objeto de nossa paixão mais nossas qualidades e tentar camuflar os defeitos. Mas parece que eles se tornaram mais evidentes. 

Apaixonar-se é acender o desejo, o tesão, é entrega, é cama, boca, grito, gemido, tesão, sexo, mordida, gosto, gozo…

E acalentar-se no ninho do abraço calmamente, para depois começar tudo de novo… é um vício.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s