Cena III · Entre 4 Paredes

Cena III

CENA III

Cassandra não tira os olhos da moça. Que retribui cada olhar com sorrisos de canto de boca.

Cassandra falou consigo mesma

Eu devo estar louca. Só pode!

Cassandra volta para a pista com seu drink e a cerveja do marido. Posicionou-se de uma forma estratégica, de modo que ficasse de frente para o bar e para a atraente garçonete de cujo nome nem sabia.

Devia ter perguntado o nome dela – pensou.

Cassandra e Nelson divertiram-se bastante, como há anos não acontecia.

A madrugada rompia e ninguém manifestava de querer ir embora.

Mas quando Cassandra viu que já eram 4 da manhã assustou-se e chamou o marido para ir embora.

CASSANDRA

Vamos, Nelson.

NELSON

Mas e a garçonete.

CASSANDRA

Eu preciso acordar cedo, deixa as coisas acontecerem. Não força a barra.

Foram para casa. Cassandra estava meio alterada, não estava acostumada a beber tanto.

Acordou assustada com o despertador, meio bêbada ainda, meio de ressaca e com muito sono. Pulou da cama e tomou um banho rápido. Passou um café bem amargo, trocou de roupa e saiu. Nelson ficou dormindo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s