Delírios de Ophélia

Efeito Colateral

Depois daquele abraço,

Das palavras de afeto,

Do sorriso,

Do olhar,

Senti-me dobrado em dois,

Caí de joelhos no chão.

Sem forças,

Tentava retomar minha respiração.

Desvairado,

Convulsivamente agitado,

Tremendo.

O rosto coberto de pó,

As pernas moídas,

O peito machucado.

Tentava me levantar,

Para cair outra vez.

É o ataque

De uma alegria mortal

Que me joga por terra

Toda vez que a vejo.

Chega a esgotar minhas forças.

Sinto-me como um afogado

Numa praia desconhecida

Atirado pelas ondas,

Com o peito cheio de paixão

E esvaziado de toda substância

Que não seja o amor.

Toda minha vida foi abocanhada

Pela paixão.

E no fundo do abismo

De minha loucura

Eu a vi brilhar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s