Despudores de Ophélia

Se o fusca falasse…

Era tanto tesão que não resisti

Abri minhas pernas para ela entrar

Ali mesmo no meio da rua

Encostada no para-choque do carro.

Ela me jogava de bruços para cima do fusca

Apertava a minha bunda contra si

Adorava me pegar por trás

Eu, adorava quando ela fazia isso

Ela mordia, lambia e comia tudo o que via pela frente

E eu gozava….

Delirava com o mais puro prazer que aquela mulher me dava…

A boca em meus peitos…

Do jeito que só ela faz

Era o suficiente para eu gozar…

Gozava no dedo…

Gozava na boca…

Gozava apertando as coxa…

E gozava….

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s