Delírios de Ophélia

Pensando em você

​Fitei-a 

Pupilas em brasa

Dói-me!

Dói-me sim!

Dói-me muito!

Não tê-la dilacera a minha alma.

Amarga meus dias.

Inquieta o meu espírito

Já não vivo.

Apenas sobrevivo à sombra do seu ser

À sombra do desejo

À sombra do que eu era

À espera de tê-la novamente em meus braços

Sentir seu corpo ardendo sobre o meu

Ouvir o doce som de seus gemidos

Como a mais linda melodia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s